By using our website, you are agreeing to cookies being stored and Google Analytics being used on your device in order to offer the best possible service. You can find more information on this here.

B2B service for the tourism industry To website for visitors to Vienna
Colorful tiles on the roof of St. Stephen's Cathedral in Vienna

Informações à imprensa sobre Viena – maio de 2017 Grandes exposições de Viena no segundo semestre de 2017

De 30/06 a 29/10/2017: FISCHERSPOONER. Sir

mumok – museum moderner kunst stiftung ludwig wien, MuseumsQuartier, praça Museumsplatz, 1, 1070, Viena, www.mumok.at

Com “Sir”, o projeto de arte, música e performance FISCHERSPOONER, de Warren Fischer e Casey Spooner, apresenta pela primeira vez no mumok seu universo queer e cômico, com suas inúmeras referências à cultura pop. Em uma instalação, os artistas recriam a experiência sensorial do apartamento de Casey Spooner em Nova Iorque, lançando, assim, questionamentos sobre o limiar entre o espaço público e privado.

De 07/07 a 04/09/2017: Alfred Kubin. Grafiken aus der Sammlung Leopold (Alfred Kubin. Gráficos do acervo do Leopold)

Leopold Museum, MuseumsQuartier, praça Museumsplatz, 1, 1070, Viena, www.leopoldmuseum.org

As obras da primeira fase de Alfred Kubin (1877–1959), produzidas até 1906, ilustram de maneira quase profética dois pontos extremos do século XX: a dissolução da individualidade na grande massa e, paradoxalmente, o indivíduo solitário, pautado em si mesmo, que não consegue encontrar seu lugar no mundo moderno. O museu Leopold, que conta com o terceiro maior acervo de Kubin no mundo, exibe pela primeira vez desde 2002 os tesouros de todos os momentos da produção desse artista.

De 07/07 a 18/09/2017: Frauenbilder. Werke aus der Sammlung Leopold vom Biedermeier bis zur Moderne (Imagens femininas. Obras do acervo do Museu Leopold, da época Biedermeier ao Modernismo)

Leopold Museum, MuseumsQuartier, praça Museumsplatz, 1, 1070, Viena, www.leopoldmuseum.org

Como parte de uma sequência de exibições temáticas de seu acervo, o Leopold apresenta suas obras que representam a figura da mulher. Em conformidade com a proposta da mostra, a seleção se concentra sobre obras de artistas austríacos – homens e mulheres –, produzidas entre 1830 e 1930.

De 07/07 a 01/11/2017: Jan III. Sobieski. Ein polnischer König in Wien (João III Sobieski. Um rei polonês em Viena)

Palácio Winterpalais, rua Himmelpfortgasse 4-8, 1010, Viena. www.winterpalais.at

A figura do rei polonês João III Sobieski (1629–1696) está ligada de maneira incontornável à história de Viena. Em 1684, como comandante da força de libertação, o rei polonês livrou a cidade austríaca do cerco dos otomanos. A cidade já era considerada como perdida, tendo estado sitiada por várias semanas. Para além dos pormenores biográficos, a exposição se concentra no papel de Sobieski como comandante e patrono das artes e das ciências.

De 08/09 a 03/12/2017: Pieter Bruegel der Ältere (Pieter Bruegel, o Velho)

Albertina, praça Albertinaplatz, 1, 1010, Viena, www.albertina.at

Os desenhos e gravuras de Pieter Bruegel, o Velho, estão – junto com as obras-primas de Dürer, Rafael e Rubens – entre os itens mais valiosos do acervo do Albertina. Estão no acervo do museu vienense seis dos 60 desenhos feitos à mão pelo artista holandês que ainda estão preservados, bem como a totalidade de sua obra de gravuras. A exibição, bastante abrangente, busca as origens artísticas de Bruegel e lança luz sobre sua importância como “pintor campestre”, como um “segundo Hieronymus Bosch”, tanto por seu papel na renovação da arte das paisagens como por suas sátiras de crítica social.

De 13/09/2017 a 18/02/2018: Visions of Nature (Visões da natureza)

Kunst Haus Wien, museu Hundertwasser, rua Untere Weissgerberstrasse 13, 1030, Viena, www.kunsthauswien.com

Nossa relação com a natureza parece conturbada. Conseguimos nos reconhecer como parte dela, entendemos os perigos que ela corre, mas seguimos danificando o que dela nos resta. A mostra tematiza essa relação ambivalente do ser humano com a natureza e exibe propostas artísticas – em fotografias e vídeos – que mostram a derrocada dessa situação incerta.

De 29/09/2017 a 07/01/2018: Raffael (Rafael)

Albertina, praça Albertinaplatz, 1, 1010, Viena, www.albertina.at

Essa é a primeira mostra monográfica a apresentar as obras de Rafael na Áustria, reunindo 170 desenhos e pinturas, assim como outros projetos importantes do artista. Apresentando seus primeiros momentos, na Úmbria até a sua fase romana, passando pelos anos de residência em Florença, a exposição exibe obras impressionantes de todas as fases de criação do artista. Obras do próprio acervo do Albertina se juntam a peças de outros museus renomados para representar o trabalho do mestre da alta Renascença.

De 13/10/2017 a 22/01/2018: Ferdinand Hodler. Retrospektive (Ferdinand Hodler. Retrospectiva)

Leopold Museum, MuseumsQuartier, praça Museumsplatz, 1, 1070, Viena, www.leopoldmuseum.org

Expoente do simbolismo e do jugendstil, Ferdinand Hodler (1853–1918) preparou o terreno para o expressionismo e renovou a pintura monumental, dando importante impulso para inúmeros artistas do Modernismo de Viena, como Gustav Klimt e Koloman Moser, assim como Oskar Kokoschka e Egon Schiele.

De 17/10/2017 a 21/01/2018: Peter Paul Rubens: Kraft der Verwandlung (Peter Paul Rubens: a força da transformação)

Kunsthistorisches Museum Wien, praça Maria-Theresien-Platz, 1010, Viena, www.khm.at/rubens2017

Peter Paul Rubens (1577-1640) é considerado até hoje o mais importante pintor barroco flamenco. O museu KHM possui em seu acervo cerca de 40 pinturas do mestre. Entre elas, estão grandes trabalhos repletos de cores e figuras, bem como projetos enormes de altares para a igreja jesuítica de Antuérpia, os mais íntimos retratos de mulheres vestindo peles, o busto da Medusa ou o autorretrato tardio de Rubens. A luxuosa exposição junta o acervo de Viena com vários empréstimos internacionais em uma seleção espetacular, tornando a obra de Rubens uma experiência palpável através de desenhos, esboços a óleo, painéis e projeções em tela.

18.10.2017-6.5.2018: Cosmetic Queen. Helena Rubinstein

Museu Judenplatz, Misrachi-Haus, praça Judenplatz, 8, 1010, Viena, www.jmw.at

Helena Rubinstein foi pioneira no empresariado feminino. Essa exposição resgata os momentos mais relevantes de sua vida, focando especialmente no período em que viveu em Viena. Helena Rubinstein não se deixou sucumbir às pressões que se colocaram entre ela e o sucesso. Nasceu na década de 70 do século XIX em Cracóvia, sendo a mais velha de oito filhas de uma família judia ortodoxa de condições humildes. Quando faleceu, em 1965, sua empresa tinha 100 filiais em 14 países e empregava 30.000 funcionários.

De 25/10/2017 a 21/01/2018: Robert Frank

Albertina, praça Albertinaplatz, 1, 1010, Viena, www.albertina.at

A coleção de obras “The Americans”, registrada por Robert Frank entre 1955 e 1957, já faz parte da história da fotografia. Registradas durante uma road trip pelos EUA, as imagens de Frank, com seu preto-e-branco sinistro, lançam luz sobre o “american way of life” do pós-guerra – segundo o olhar do artista, atravessado pelo racismo, pela violência e pela cultura do consumo. O Albertina exibe uma seleção dos trabalhos de Robert Frank que reproduzem a sua ascensão artística: os aspectos centrais de sua obra ficam em destaque desde suas primeiras reportagens suíças e fotografias de viagens pela Europa até a sua obra tardia introspectiva, passando por “The Americans”.

De 15/12/2017 a 22/04/2018: Ästhetik der Veränderung. 150 Jahre Universität für angewandte Kunst Wien (Estética da mudança. 150 anos da Universität für angewandte Kunst Wien)

MAK – Österreichisches Museum für angewandte Kunst / Gegenwartskunst, Stubenring 5, 1010 Wien, www.mak.at

No ano de 1867, foi criada, no museu “k. k. Österreichisches Museum für Kunst und Industrie”, uma escola artística que pretendia tornar o artesanato austríaco competitivo no cenário internacional. Essa instituição antecedeu o que hoje se conhece como Universität für angewandte Kunst Wien (Universidade de Artes Aplicadas), a Universidade que, em 2017, celebra o seu jubileu de 150 anos. A história da universidade será representada em uma grande exposição no MAK, que também apresenta suas perspectivas de cenários futuros.

Contato para imprensa

Florian Wiesinger
Invalidenstraße 6
1030 Viena
Austria
tel. (+ 43 1) 211 14-362

Rate this article
Feedback to the vienna.info editorial team

Please complete all the mandatory fields marked with *.

Title *
Service links